Arquivos

Apenas um Trecho #16

“Hoje de manhã, quando estava sentada diante da janela e olhando longa e profundamente para Deus e para a natureza, fiquei feliz, simplesmente feliz.

Enquanto as pessoas sentirem esse tipo de felicidade interior, a alegria da natureza, a saúde e muito mais, sempre poderão recapturar essa felicidade.

Riqueza, prestígio, tudo pode ser perdido. A felicidade em seu coração pode ser diminuído; mas estará sempre lá, enquanto você viver; para torná-lo feliz de novo.

Sempre que estiver sozinho ou triste, tente ir para o sótão num dia lindo e olhar para fora. Não para as casas e os telhados, mas para o céu. Enquanto puder olhar sem medo para o céu, saberá que é puro por dentro, e encontrará a felicidade outra vez”.

O Diário de Anne Frank
Otto Frank e Mirjam Pressler

Anúncios

Apenas um Trecho #15

“- Landon, abra – ela disse, olhando bem nos meus olhos.

– Você não pode dar isso para mim – eu disse, sem fôlego. Eu já sabia o que havia dentro do pacote, e não conseguia acreditar no que ela havia feito. As minhas mãos começaram a tremer.

– Por favor – ela disse com a voz mais gentil que eu já havia ouvido. – Eu quero que fique com ela.

Relutando, abri o pacote lentamente. Depois de tirar todo o papel, segurei-a com delicadeza, temendo danificá-la. Olhei para ela, transfixado, e passei a mão por cima, deslizando os dedos sobre o couro desgastado pelos anos enquanto meus olhos enchiam de lágrimas. Jamie colocou a mão por cima da minha. Era quente e macia.

Olhei para ela sem saber o que dizer.

Jamie havia me dado a sua Bíblia. […] a minha respiração repentinamente parou. Olhei para Jamie, depois para o teto, e depois ao redor do salão, lutando para manter a compostura, e depois para Jamie novamente. Sorrimos um para o outro. E tudo que eu fiz foi imaginar como poderia ter me apaixonado por uma garota como Jamie Sullivan”.

Um Amor para Recordar
Nicholas Sparks

umamorpararecordar

Apenas um Trecho #14

“Com o humor de Elizabeth logo se erguendo para a alegria novamente, ela desejou que o Sr Darcy contasse como ele se apaixonou por ela.

“Como pôde começar?”, disse ela. “Posso compreender que você tenha continuado encantadoramente, quando uma vez começou, mas o que poderia tê-lo despertado, em primeiro lugar?”.

“Não posso fixar uma hora ou um lugar, ou o modo, ou as palavras, que estabeleceram a fundação. Eu estava no meio quando soube que tinha começado”, respondeu Sr. Darcy.

Orgulho e Preconceito
Jane Austen

prideandprejudice