As 5 Linguagens do Amor, de Gary Chapman

tumblr_mcgp23jkzf1rb4xtso1_500

Escolhi esse gif porque amo esse filme hehe ❤

Olá, pessoal, tudo bem com vocês?

Em vez em quando aparece lá em casa livros sobre relacionamento, casamento, namoro, essas coisas, mas eu não tenho muito costume de lê-los.

Mas já ouvi tanta gente falar (bem) do livro “As 5 linguagens do Amor“, de Gary Chapman, que quando apareceu a oportunidade, o li de coração aberto.

Gary Chapman é pastor, casado e também faz um trabalho de aconselhamento a casais. Então, foram muitos anos ouvindo experiências, aconselhando, vendo o que dava certo e o que não dava.

E foi com essa experiência que ele começou a pensar sobre as linguagens do amor.

No livro ele conta como cada pessoa tem uma forma de demonstrar amor. Bem, isso eu já tinha notado. Mas a novidade para mim foi ouvir/ler que cada um também tem uma forma de receber amor, de se sentir amado.

Talvez seja por isso que a gente costuma dizer: fulano não me ama! Isso geralmente acontece porque a forma de fulano demonstrar/dar amor não é a forma que eu recebo/percebo o amor. E é essa diferença que causa tantas confusões nos relacionamentos, levando também aos rompimentos.

Então, com esse objetivo, de ajudar as pessoas em seus relacionamentos, Gary explica as linguagens do amor e a importância de reconhecermos a linguagem do outro. E não basta entender o outro, de saber o que faz com que ele se sinta amado. É necessário dedicação e esforço em demonstrar/dar o amor de acordo com o que o outro percebe como tal.

“Quando o “tanque do amor” emocional de seu cônjuge está cheio e ele se sente seguro de seu amor, o mundo todo fica mais claro e ele caminha para atingir o mais alto potencial de sua vida. Porém, quando este “reservatório” está vazio e ele se sente usado e não amado, o mundo todo parecerá escuro e não conseguirá utilizar seu potencial de vida”.

Que desafio, hein? Mas acho que em prol de manter um relacionamento (que seja saudável, claro) vale sim o esforço!

Vamos lá saber quais são as 5 linguagens do Amor:

  1. Palavras de Afirmação
  2. Qualidade de tempo
  3. Receber Presentes
  4. Formas de Servir
  5. Toque Físico.

Cada pessoa tem a sua linguagem. Por exemplo, tem gente que vai se sentir muito amado ao ver o cônjuge fazendo uma tarefa simples em casa, como lavar a louça (linguagem formas de servir). Uma esposa poderá se sentir muito amada ao receber uma flor (linguagem receber presente). Um marido se sentirá muito amado ao ouvir como suas conquistas no trabalho são importantes para toda a família (linguagem palavras de afirmação). Um se sentirá amado em passar tempos juntos, recebendo total atenção (linguagem qualidade de tempo). E haverá aquele que poderá ouvir milhares de declarações mas só perceberá que há amor se for abraçado e receber um cafuné (linguagem toque físico). Ah, e pode sim haver combinações, mais de uma, ou seja, minhas linguagens do amor são x e y.

E sobre cada uma dessas linguagens, Gary traz situações reais para exemplificar, e traz seus conselhos, muitos deles bem simples.

Então, apesar do livro estar focado no relacionamento conjugal, consegui ver que muitos dos princípios podem ser aplicados em qualquer relacionamento: entre pais e filhos, entre amigos. Ou seja, no fim, a leitura deste livro me foi útil, não precisarei esperar um casamento para usar esses princípios rsrs Gostei bastante!

Apenas alguns dos trechos grifados:

“Há pessoas que misturam o dia de hoje com o de ontem. Insistem em trazer para o p10278_ggpresente os fracassos do passado e, ao fazerem isso, estragam um dia potencial maravilhoso”.

“O perdão não é um sentimento, mas um compromisso. É a opção de se mostrar misericórdia e não de se jogar a ofensa no rosto do ofensor. Perdão é uma expressão de amor”.

“Ninguém gosta de fazer as coisas forçadamente. O próprio amor é entregue espontaneamente. O amor não pode ser obrigatório”.

“O amor não apaga o passado, mas altera o futuro”.

O livro foi publicado em 97 e fez tanto sucesso, que acabou rendendo algumas variações, como: As 5 linguagens do amor (para adolescentes); As 5 linguagens do amor das crianças; As 5 linguagens da valorização pessoal no ambiente de trabalho.

E você, já conhecia esse livro? Ou tem algum para indicar que tenha esse mesmo foco?

Que o amor seja nossa linguagem!

Bjs,
Alê.

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “As 5 Linguagens do Amor, de Gary Chapman

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s