Arquivo | fevereiro 2017

O feriado dos que não foram (viajar)

Olá, Pessoal! Curtindo o restinho do feriado?

Por aqui, como fizemos parte do grupo dos que não foram viajar, tentamos aproveitar o máximo desse feriadão. O que significou: almoço em família, comemorar níver de uma das minhas cunhadas e do meu sobrinho mais velho, arrumar bagunça, jogar muito papel fora, colocar o estudo em dia (novidade: estou fazendo pós!), rever algumas coisas do inglês (minhas aulas voltam nessa semana), assistir filme triste (Um dia) e maratonar Grey’s Anatomy.

Bem, eu também planejei aproveitar o feriado para iniciar e terminar algum livro, além de fazer alguns posts para o Blog. Mas não rolou (sem culpa, sem drama).

Mas consegui organizar meus livros, o que já me deixou bem feliz!

 

Durante o tira tudo da estante, fui lembrando das histórias, dos personagens, dos momentos que vivi enquanto os lia. Há muita coisa boa!!!!

E também descobri, envergonhada, alguns livros que estão esquecidos, à espera de serem lidos. E olha que não são poucos não! Mas sendo sincera, ainda vai levar um tempo para eu olhar para eles de alma leve e missão cumprida.

IMG_20170228_121002726.jpg

Também separei 2 livros para dar, e cheguei a conclusão de que há muitos outros livros que poderia dar. Livros mais ou menos, livros que nunca mais vou ler. Mas eu simplesmente não consigo! Quem sabe na próxima organização?

Por fim, amei minha estante arrumada e limpinha!!! Dá prazer de olhar para ela! ❤ ❤ ❤

IMG_20170228_120711654.jpg

Bem, o feriado prolongado está chegando ao fim, mas sejamos fortes e corajosos! A vida não segue um calendário. Ela acontece todos os dias, feriado ou não. Basta a gente querer aproveitar esse  dias “úteis” e “normais”.

Bjs,
Alê

 

Apenas um Trecho #17

“— Está se sentindo bem? — Olhei para a cadeira dele, com medo de estar esmagado ou preso em alguma parte, ou de eu ter feito alguma coisa errada.

 — Estou ótimo. É que…

Podia ver o colarinho claro da camisa em contraste com o terno escuro.

— Não quero entrar agora. Quero ficar sentado aqui e pensar que… — Engoliu em seco. Mesmo no escuro, pareceu fazer esforço.

 — Quero… ser apenas um homem que foi a um concerto com uma garota de vestido vermelho. Só por mais alguns minutos.

Larguei a maçaneta da porta.

— Claro.

Fechei os olhos, apoiei a cabeça no encosto da cadeira e ficamos ali mais um pouco, duas pessoas perdidas nas lembranças sonoras, meio ocultas à sombra de um castelo numa colina iluminada pela lua”.

Como eu era antes de você
Jojo Moyes

como-eu-era-antes-de-voce-louise-will-jojo-moyes

Apenas um Trecho #16

“Hoje de manhã, quando estava sentada diante da janela e olhando longa e profundamente para Deus e para a natureza, fiquei feliz, simplesmente feliz.

Enquanto as pessoas sentirem esse tipo de felicidade interior, a alegria da natureza, a saúde e muito mais, sempre poderão recapturar essa felicidade.

Riqueza, prestígio, tudo pode ser perdido. A felicidade em seu coração pode ser diminuído; mas estará sempre lá, enquanto você viver; para torná-lo feliz de novo.

Sempre que estiver sozinho ou triste, tente ir para o sótão num dia lindo e olhar para fora. Não para as casas e os telhados, mas para o céu. Enquanto puder olhar sem medo para o céu, saberá que é puro por dentro, e encontrará a felicidade outra vez”.

O Diário de Anne Frank
Otto Frank e Mirjam Pressler