O Evangelho Maltrapilho

Olá, pessoal! Hoje, com um sorriso no rosto, vou falar do livro O Evangelho Maltrapilho, de Brennan Manning. Espero que também sorriem!

Fui apresentada a Brennan Manning em outubro de 2011, com o livro “Convite à Loucura“. Logo nas primeiras linhas vi que se tratava de um autor que desafiava. De um pecador maltrapilho, vivendo somente pela graça.

Todo o livro foi inspirador. Gostei tanto, que apesar de estar com o livro como empréstimo, pedi de presente para mim sem vergonha alguma. E não é que o ganhei? (Obrigada Benassi!). Em breve farei uma releitura e, com outro sorriso no rosto, compartilharei sobre Convite à Loucura aqui.

Mas voltemos ao Brennan e ao livro O Evangelho Maltrapilho.

Brennan nasceu e cresceu nos subúrbios de Nova York, graduou-se em filosofia e teologia, tornou-se monge, serviu as pessoas em diferentes situações, casou-se, separou-se, teve sérios problemas com o alcoolismo, foi palestrante, escreveu mais de 20 livros e encontrou na Graça o descanso de seu coração aflito.

O Evangelho Maltrapilho é a sua obra mais conhecida, publicada pela primeira vez em 1990. Conforme Brennan, O Evangelho Maltrapilho “não é um livro para os superespirituais… não é para os destemidos que nunca derramaram lágrimas… Ele foi escrito para os dilapidados, os derrotados e os exauridos… é um livro que escrevi para mim mesmo e para quem quer que tenha ficado cansado e desencorajado ao longo do Caminho”.

No livro, Brennan nos conta sobre suas experiências com Deus e com as pessoas. Dos corações feridos que encontrou pelo caminho. Na sua maioria, pessoas que buscaram amor e abraço de seus “irmãos”, mas apenas receberam novas culpas e acusações. Pessoas que aprenderam que só era possível chegar-se a Deus com medo. Para essas pessoas, Brennan busca apresentar o caminho do amor, ciente de que “o amor é um estimulo muito superior à ameaça e à pressão”.

“Somente o Amor possibilita o salto da confiança, a coragem de arriscar tudo em Jesus, a prontidão de adentrar a escuridão guiado apenas pelo pilar do fogo”.

Também fala daqueles que acreditam que podem chegar-se a Deus pelos próprios méritos. Pessoas que recusam mostrar fragilidade, dores, fraquezas. Para esses, a mensagem é:

“A Boa nova do Evangelho da graça grita em voz alta: somos todos mendigos, igualmente privilegiados, mas não merecedores, às portas da misericórdia de Deus!”

Todo o livro nos leva a vermos quem realmente somos (pecadores!) e a entender que o Amor e Graça do Pai nos alcança apesar de ser quem somos. E que ao percorrer esse caminho, o Amor que nos basta nos levará a viver por Ele.

“Em essência, há uma única coisa que Deus pede de nós – que sejamos homens e mulheres de oração, gente que viva perto de Deus, gente para quem Deus seja tudo e para quem Deus seja suficiente. Essa é a raiz da paz. Temos paz quando o Deus gracioso é tudo que buscamos”. 

O Evangelho Maltrapilho, assim como outros livros do Autor, me trouxe preciosas reflexões. Em suas páginas, riscos, sublinhados e comentários enquanto o lia. Um livro para o qual sempre é bom voltar depois de um tempo. 🙂

Brennan faleceu em 12 de abril de 2013, aos 78 anos. Gostaria de tê-lo conhecido pessoalmente, tomado um café junto e ouvi-lo falar sobre o Amor do Pai. Certamente, nessa conversa também teríamos alguns debates, afinal, há opiniões divergentes entre nós. Mas ainda assim, gosto de imaginar essa cena. Sorrio com a certeza de que teria sido uma conversa enriquecedora e inesquecível!

 E você, conhece Brennan Manning e O Evangelho Maltrapilho? Compartilhe conosco suas impressões!

Sinopse O-Evangelho-Maltrapilho

‘O Evangelho Maltrapilho’ foi escrito para pessoas aniquiladas, derrotadas e exauridas. Pessoas que se acham indignas de receber o amor de Deus.Quem sabe, ignoradas pela comunidade de cristãos por não se encaixarem no perfil de superhomem ou supermulher que lhes é constantemente exigido.

Pessoas cansadas da espiritualidade superficial e consumista. Pessoas que travam inúmeras batalhas interiores por não se sentirem parte de uma comunidade efetiva acolhedora.

Franco e provocador, o aclamado filósofo e teólogo cristão Brennan Manning estréia em língua portuguesa com sua principal obra, que nos convida a depositar nossa esperança na amplitude da graça, capaz de alcançar pecadores e pobres em espírito, e de resgatar nossa dignidade original. No mínimo, você não ficará diferente a ela.

Ficha Técnica
O Evangelho Maltrapilho
Autor: Brennan Manning
Editora: Mundo Cristão
Ano: 2005
Pág: 222
ISBN: 857325422X

Livros que li do Autor:
O Evangelho Maltrapilho
Convite à Loucura
Amor Furioso
Metidos, Falsos e Impostores
Deus te ama do jeito que você é

Um pouquinho mais sobre as ideias de Brennan, veja essa entrevista de 2002, concedida ao Cristianismo Hoje.

—————————————————–

IMG_20160131_131329Alessandra Correa,  acabou de chegar aos 30, é apaixonada por sobrinhos, livros, Londres, música, séries e chocolate. Sempre com um livro em mãos, adora falar sobre aqueles que marcaram sua vida. E tem como paixão e dom transformar palavras em histórias e poesias, algumas divulgadas aqui: www.momentoempalavra.blogspot.com

Anúncios

2 pensamentos sobre “O Evangelho Maltrapilho

  1. Pingback: Tag dos 50% – Melhores e Piores do 1º Semestre de 2016 | Os Livros que Vivi

  2. Pingback: Os primeiros de 2017 | Os Livros que Vivi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s