Presentes da Vida

Hi, people. Hoje vou escrever sobre o meu livro preferido da Emily Giffin.
E já assumo: li esse livro 3 vezes.

Conheci a autora Emily Giffin em 2012, quando ganhei no meu aniversário o livro Ame o que é Seu. Gostei da leitura, e como foi um ano em que estive meio brigada com Nicholas Sparks, meu autor preferido na época, acabei lendo outros livros dela ao longo do ano. Gosto do jeito como ela compõe os personagens, sempre muito verdadeiros, em situações muito próximas da realidade. Suas histórias geralmente envolvem amor, amizade, dúvidas, decisões, erro, perdão e reconciliação.

Foi assim que Presentes da Vida chegou em minhas mãos, naquele mesmo ano.

O livro conta a história de Darcy, uma jovem linda e mimada que sempre teve tudo o quis, inclusive em relação aos homens. Ela adora ser o centro das atenções, ser paparicada e admirada. É noiva de Dexter, um rapaz bonito e bem sucedido, e são considerados o típico “casal perfeito”.

Mas qual a graça de uma vida tão perfeita, não é? Próximo ao tão planejado casamento, sua vida muda radicalmente. Darcy se envolve com um rapaz qualquer e “como foi isso acontecer?” engravida. E como se já não fosse trágico o bastante, nas vésperas do casamento descobre que sua melhor amiga, Rachel, a quem considera sem graça, está tendo um caso com seu noivo. E mais: não se trata de uma aventura qualquer, como a sua, mas de uma amor para valer –  que soco arrebatador!

“- Odeio vocês dois! Para sempre! – disse, percebendo que as minhas palavras pareciam tolas e infantis”.

E assim, ela está grávida, sozinha, brigada com os pais, magoada pela traição da melhor amiga. O que fazer?

Pois é! Há momentos que a vida nos traz essas surpresas (boas ou más, nossas próximas ações é quem dirá). Então, é preciso se reinventar, buscar caminhos alternativos, sair da zona de conforto. E é o que Darcy faz.

Ela se muda para Londres (ah, que saudade!), para ficar na casa de Ethan, um amigo do tempo de colégio. Ethan, para quem nunca tinha dado muita importância, torna-se um grande amigo, que além de um teto, lhe dá conforto e perspectivas.

“- Ethan! Estou aqui! Rápido! Estou congelando!
Segundos depois, Ethan estava sorrindo para mim pelo visto da porta. Ele abriu a porta e me deu um abraço”.

Há uma fase de adaptação, mas logo Ethan e Darcy constroem sua rotina morando juntos, tentando seguir a vida e fortalecendo o relacionamento de amizade. Ethan é o amigo que se dispõe em tudo por ela e pelo bebê que vai nascer (vontade grande de dar um spoiler aqui, mas me controlarei). E é Ethan quem dirá verdades cruéis e necessárias para Darcy. Aquele tipo de coisa que dói ouvir, mas que nos faz crescer.

“Poderia apostar, pela sua expressão, que ele sentia minha falta. Eu também percebi que ele estava um pouco arrependido por ter brigado comigo, mesmo sabendo que quase tudo o que ele tinha dito era verdade. Ethan gostava de num apesar dos meus defeitos e, enquanto eu caía no sono aí lado dele, eu pensava em como ele gostaria ainda mais da nova Darcy”.

Assim, aos poucos, Darcy vai mudando seu caminho, revelando-se, deixando cair toda a máscara.  Vamos conhecendo de verdade quem é essa garota que até então era apenas uma garota mimada, manipuladora e egoísta. E ao conhecê-la, passamos a entendê-la e dela gostar.

E eu já provei isso. As pessoas de quem mais gosto hoje aconteceu mais ou menos assim: dei tempo para conhecê-las, vendo além das cascas, das aparências, dos bons dias. Isso gerou relacionamentos saudáveis, verdadeiros, fundamentados num amor que aceita o outro como ele realmente é. 

A vida traz outras surpresas para Darcy, e é uma delícia vê-la amadurecendo e vivendo cada oportunidade que surge.

Amei esse livro por tantos motivos. Há momentos tão especiais, os quais me fizeram chorar com sorriso no rosto. E essas lágrimas se repetiram em todas as vezes que reli o livro.

Tem o Ethan, de quem gostei desde o começo e que foi fiel à minha percepção até o fim. In love forever!

Tem o relacionamento de Ethan e Darcy que começa na amizade e vai crescendo até explodir num verdadeiro amor.

Tem um cenário perfeito: a agitada Nova York, a apaixonante Londres, e no finalzinho da história, de quebra, Arthur’s Seat, em Edimburgo, Escócia.

Tem superação, recomeços, novas chances. E tem um fator que fez toda a diferença na conclusão da história: a reconciliação de Darcy com sua melhor amiga. Porque amizade também é isso: errar muito feio, mas poder retomar o caminho (outro snif aqui).

Pois bem. O livro está na categoria dos preferidos e me marcou ao apresentar isso: a graça da vida na realidade (e não no que achamos que é perfeito). A graça (e beleza) está nos tropeços, nos aprendizados, nos dias chuvosos, nas encruzilhadas, nos amores, nas despedidas, nas decisões erradas, nos acertos, nas possibilidades, nas chances que damos para a própria vida que se apresenta. E Presentes da Vida trouxe justamente isso em suas páginas.

“Amor e Amizade. São eles que nos fazem ser quem somos e podem nos mudar, se deixarmos”.

Sinopse
Darcy Rhone sempre teve todos os homens aos seus pés. Presentes da VidaTinha um emprego glamouroso, um seleto círculo de amizades e um noivo perfeito, Dexter Thaler.

No entanto, tudo mudou quando Darcy se envolveu com o melhor amigo de seu noivo… Seu noivado acabou e perdeu sua melhor amiga, Rachel. Incapaz de assumir responsabilidades e de enfrentar todo esse mal-estar, Darcy foge para Londres, para a casa de um amigo de infância, imaginando que poderia passar uma borracha em tudo isso. Mas, para seu desânimo, Londres se torna um mundo estranho, onde seus truques de sedução não mais funcionam e onde sua sorte parece ter se evaporado.

Sem amigos nem família, Darcy precisa dar novo rumo à sua vida e, assim, começa uma linda trajetória rumo ao crescimento e ao amor.

 

Ficha Técnica
Presentes da Vida

Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Pag: 383
Ano: 2011
ISBN: 9788563219947

>>> O livro é continuação de O Noivo da Minha Melhor Amiga. Eu não fazia ideia disso na época, só descobri num dia desses. Sem problemas. Li O Noivo da Minha Melhor Amiga (que também tem filme) e em seguida, li mais uma vez Presentes da Vida<<<

—————————————————–

IMG_20160131_131329Alessandra Correa,  chegando aos 30, é apaixonada por sobrinhos, livros, Londres, música, séries e chocolate. Sempre com um livro em mãos, adora falar sobre aqueles que marcaram sua vida. E tem como paixão e dom transformar palavras em histórias e poesias, algumas divulgadas aqui: www.momentoempalavra.blogspot.com

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Presentes da Vida

  1. Pingback: Primeiro e Único, de Emily Giffin | Os Livros que Vivi

  2. Pingback: Tag dos 50% – Melhores e Piores do 1º Semestre de 2016 | Os Livros que Vivi

  3. Pingback: Nosso 1º Aniversário! | Os Livros que Vivi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s